sexta-feira, 3 de abril de 2009

Ressaca

Já vou avisando de antemão. Nada de seleção brasileira. Os jogadores de Dunga são um bando de vagabundos que só jogam quando querem e quando precisam mostrar serviço. Fora isso, é melhor esquecermos seleção brasileira. Ontem eles jogaram uma ótima partida contra o Peru, coisa que não fizeram contra Equador, Bolívia...

O destaque do dia foi a humilhante goleada que a Argentina sofreu diante da Bolívia, em La Paz. Quando cheguei em casa e abri a internet e li a notícia de os hermanos tinham tomado 6 a 1 dos bolivianos, abri o link só pra comprovar que se tratava de mais uma mentirinha no dia da mentira. Porém logo, logo levei um susto quando percebi que não se tratava de nenhuma brincadeira típica de 1º de abril. Era verdade.

Depois disso, me vieram inúmeras perguntas e possíveis soluções para explicar tamanho vexame. Os argentinos tinham acabado de dar um show em casa, no Monumental de Nuñes, diante da Venezuela. Com direito a belas jogadas do trio ofensivo Messi, Tévez e Agüero. Como pode ser humilhada pela Bolívia 3 dias depois? O time não jogou absolutamente nada. O craque (e pra mim, atual melhor do mundo) Messi só vez andar em campo, a defesa argentina era uma enorme avenida em dia de feriadão, o time estava irreconhecível. Será que foram os 3.680 metros de altitude de La Paz? Seria a resposta ideal se o jogo tivesse terminado 1 a 0 ou 2 a 0 para os bolivianos, mas 6 a 1 já não é mais a falta de ar. Maradona sabia da interferência da altitude e por causa disso não entrou com o trio ofensivo deixando Agüero no banco e ainda escalou 3 volantes. Então, não se pode dizer que a altitude não foi levada a sério, pois o time não entrou de peito aberto, houve uma preocupação com a defesa. Corpo mole dos jogadores? Não, muito pelo contrário, até os ets sabem que Maradona é visto como um Deus pelos argentinos. Além disso, ele vinha de 3 bons resultados, os dois primeiros foram as vitórias de 1 a 0 sobre a Escócia e 2 a 0 (com autoridade) sobre a França em jogos amistosos longe de casa, sem contar a goleada sobre a Venezuela pelas Eliminatórias. Então, Maradona estava em estado de graça. Não existia motivo para derrubá-lo do cargo.

Mas a única alternativa que encontrei para isso foi que a Bolívia jogou contra 11 bicudos comandados por um bicudaço. Os 4 a 0 na Venezuela dentro de casa marcou a estréia oficial de Maradona no comando da seleção argentina. Uma goleada em casa na estréia, e com direito a show, merece uma comemoração a altura. E os tempos de Dieguito como jogador vieram à tona, já que ninguém consegue ficar limpo para sempre e o elenco deve ter entrado na onda também e foram pra La Paz de ressaca. Só isso justifica os 6 a 1 sofridos logo após uma apresentação de gala.

7 comentários:

Aline disse...

É sempre culpa da altitude!:p

DO disse...

O motivo eu não sei e qualquer coisa mesmo pode ter ocorrido. Inclusive o que vc sugeriu. Mas,bem no meu íntimo o que eu acho é que,pra variar,eles menosprezaram o adversário. Como geralmente fazem. Aí vc junta tudo e o 6 a 1 ficou até barato.
Abração!

Vinicius Grissi disse...

Nada melhor do que ver a Argentina tomando um vareio...

Sobre o seu comentário no meu blog: a informação é que a Globo está colocando os jogos neste horário para testar a audiência, ver o tipo de público, pra ver como ter sucesso com a transmissão da Champions, que eles já compraram os direitos.

De fato, passar a transmitir o futebol europeu chegou tarde na maior emissora do país.

Mi disse...

Concordo com VC, passei por isso há dois meses atrás... Porém, penso que os homens muitas vezes escondem suas reais intensões com as mulheres; para fazê-las de vulgo "lanchinho". Sair sem compromisso e transar a hora que bem quiser.

Vai dizer que não é assim?

***

Ah, bom te ver att novamente ;)

Luana Ferraz disse...

Fut tem dessas coisas, é a sorte com a boa disposição e treinamento... Mas ultimamente a sorte tem falado mais alto nas redes...

Um beijo.

Fernanda! disse...

Eu não sei de nada, só sei que o timão voltou pra encomodar...Falar nisso vc ta ligado q vai rolar São Paulo e Timão na final, neh?

Bjos meu querido!

Beti Timm disse...

Leandro,

hj vc me pegou de jeito! Adoro ver futebol, mas comentar sou um fracasso. Mas adoro o modo caloroso e entusiasmado que vc fala desta paixão masculina! Isso dá gosto, viu?

Beijos